Carlos Alberto Sardenberg openbaar
[search 0]
Meer

Download the App!

show episodes
 
Loading …
show series
 
Carlos Alberto Sardenberg critica o texto da PEC da transição. Ele diz que a proposta 'abre possibilidade do governo gastar no ano que vem perto de até R$ 300 bilhões sem fonte de receita'. 'É um aumento de gastos fora do teto permanente', diz. O comentarista ainda destrincha outros pontos que, para ele, faltaram no texto, como reformas, privatizaç…
 
Carlos Alberto Sardenberg fala sobre o consenso entre políticos e economistas da necessidade de gasto extraordinário para atender determinados programas sociais, especialmente, o Bolsa Família. O cálculo é de R$ 100 bilhões. 'Para negociar uma licença para gastar em 2023, o futuro governo Lula já está trombando com uma espécie de chantagem'.…
 
Carlos Alberto Sardenberg fala do orçamento que está em debate para o novo governo. 'Uma parte importante do processo de transição do governo porque inclui uma relação com Congresso’. Comentarista cita a licença para gastar de R$ 200 bilhões acima do que está previsto.
 
Em silêncio após vitória do ex-presidente Lula nas eleições, Carlos Alberto Sardenberg avalia que o presidente Jair Bolsonaro acelera uma tendência de enfraquecimento de sua liderança, cuja influência deve se restringir a uma franja de apoiadores fanáticos, como os caminhoneiros que bloqueiam estradas pelo país. 'A liderança dele fica associada a t…
 
Carlos Alberto Sardenberg fala sobre o Copom que manteve a taxa Selic em 13,75%. Resultado que já era esperado, o chamado consenso de mercado. O importante é notar o documento do Banco Central explicando as razões. Destaques para a conjuntura incerta e a inflação alta. Comentarista acrescenta que o BC diz é o contrário do que Bolsonaro destaca na c…
 
Carlos Alberto Sardenberg faz uma análise dos planos econômicos de Lula e Bolsonaro para os últimos dias de campanha. Também comenta como o atentado de Jefferson, considerado uma ataque à democracia, pode ajudar na decisão do eleitorado que está em dúvida, escolhendo o candidato Lula.
 
Carlos Alberto Sardenberg analisa o resultado da última pesquisa Datafolha, dizendo que o ambiente se tornou mais 'tenso' e que a campanha está cada vez mais 'crítica'. Ele ainda destaca que o ex-presidente Lula precisa usar mais as adesões que teve, especialmente da direita e centro-direita: 'parece que a campanha não explora a força dessas pessoa…
 
Há pouco mais de um mês no cargo, a primeira-ministra britânica havia proposto reduzir impostos, inclusive dos mais ricos. Em momento de alta inflação e crescimento baixo, a política foi rejeitada pelo risco de esvaziar a receita do governo. Liz Truss voltou atrás e pediu perdão pelo projeto, que culminou na demissão do ministros das Finanças. Agor…
 
Carlos Alberto Sardenberg fala sobre alta do combustível e da baixa de produção. Ele cita as diferenças regionais brasileiras. 'É um outro tipo de inflação. O posto de gasolina tem outros custos, como energia elétrica, pessoal, manutenção, aluguel, impostos. São esses outros custos que certamente estão subindo'.…
 
Carlos Alberto Sardenberg explica que, para não oficializar o dólar paralelo, a Argentina está criando uma série de taxas extras sobre a taxa oficial. O objetivo é evitar a saída de dólar e beneficiar setores da economia. ‘Eles têm umas 40 taxas de câmbio diferentes’.
 
Carlos Alberto Sardenberg fala das movimentações políticas no segundo turno. Ele destaca o apoio de Simone Tebet e outros nomes para o ex-presidente Lula, com foco para o compromisso fiscal como condição. Além disso, o corte na produção de petróleo anunciado pela Opep também é tema.
 
Carlos Alberto Sardenberg fala das expectativas para o segundo, especialmente no movimento político do ex-presidente Lula. O comentarista diz que ele 'vai ter que apresentar um programa econômico' e até possíveis nomes que poderiam compor um eventual governo, como o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Para Sardenberg isso 'terá sim …
 
De acordo com as últimas pesquisas, o PL e o PT devem ter as maiores bancadas da Câmara dos Deputados. Esse é o tema de Carlos Alberto Sardenberg, que destaca como deve ser a negociação política após o pleito. Entre as possibilidades, ele diz que a mais possível é o abandono de partidos que formam a base do presidente atualmente.…
 
Carlos Alberto Sardenberg analisa crise global: 'os países mais desenvolvidos estão numa roleta russa, porque existe uma inflação que exigiria taxa de juros elevada, mas dentro do processo inflacionário, existem itens que não vão baixar por conta do juros, que é o caso do gás que vem da Rússia'.
 
Carlos Alberto Sardenberg analisa os novos anúncios dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos. No país, o BC encerrou o maior ciclo de altas de juros desde 1999. Já o Fed, nos EUA, elevou a taxa juros pela terceira vez consecutiva. Para o comentarista, essa alta 'impacta no mundo inteiro'.
 
No Linha Aberta, Carlos Alberto Sardenberg fala sobre as expectativas em torno da reunião do Banco Central nesta quarta-feira, quando será definida a taxa de juros. O número esperado por especialistas é 13,75%, que deve ser mantido até o fim do ano. 'O ambiente é favorável neste aspecto', diz Sardenberg, 'porque as previsões do setor privado é de i…
 
No Linha Aberta, Carlos Alberto Sardenberg argumenta que é preciso se deter mais sobre o assunto do reajuste para enfermeiros, apesar de ser uma reivindicação justa. Ele destaca que há diversos problemas no SUS, em especial 'escassez de recursos e mau uso dos recursos disponíveis'. Contudo, medidas como reajuste de piso não podem ser feitas com dec…
 
Carlos Alberto Sardenberg faz uma análise sobre a crise no gás, que preocupa União Europeia, e pode causar reflexos no mundo. Comentarista destaca que a Europa está se esforçando para se livrar da dependência do gás russo e cita o agravante de que a Opep anunciou uma redução na produção de petróleo.
 
O IBGE divulga o índice de desemprego de julho nessa quarta-feira, e quinta sai o resultado do PIB do segundo trimestre. Economistas projetam bons números, puxados, principalmente, pela melhora no setor de serviços. Carlos Alberto Sardenberg analisa a influência dos resultados na eleição, mas destaca as projeções de desaceleração em 2023: 'uma camp…
 
No Linha Aberta, Carlos Alberto Sardenberg argumenta que os planos econômicos dos candidatos, apesar de atraentes ao consumidor, não têm perspectiva de cumprimento. Segundo ele, os três líderes das pesquisas, Lula, Bolsonaro e Ciro Gomes, prometem aumentar os gastos com a população, mas diminuir a arrecadação de impostos ao mesmo tempo. 'A conta nã…
 
Loading …

Korte handleiding

Google login Twitter login Classic login