Morning Gallo #0126: Mercados asiáticos fecham em alta em início de semana marcada por decisão de juros no Brasil

18:43
 
Delen
 

Manage episode 336410967 series 2874304
Van Filipe Teixeira (Instagram: @filipe_st), ontdekt door Player FM en onze gemeenschap - copyright toebehorend aan de uitgever, niet aan Player FM. Audio wordt direct van hun servers gestreamd. Klik de abonneren-knop aan om updates op Player FM te volgen of plak de feed URL op andere podcast apps.

As ações asiáticas fecharam a primeira sessão de agosto em alta, enquanto os futuros em Wall Street operam com leves perdas, em meio ao lembrete às autoridades do Federal Reserve de que as taxas de juros precisam subir para conter a alta inflação.

Um índice de ações da Ásia-Pacífico subiu 0,6%, liderado pelas ações japonesas e de Hong Kong, o destaque positivo do continente. O quadro misto na abertura europeia e nos futuros em Nova York ocorre após o melhor mês para as ações globais desde 2020, o que ajudou a reduzir a queda no acumulado do ano para 15%.

Indicadores recentes destacaram os desafios econômicos enfrentados pela China, incluindo a redução das vendas de imóveis e uma contração na atividade fabril, que segue enfrentando os desafios impostos pela Covid.

Enquanto isso, o presidente do Fed Bank de Minneapolis, Neel Kashkari , disse neste domingo que o banco central dos EUA está comprometido em atingir sua meta de inflação de 2%. Antes disso, o presidente do Fed Bank de Atlanta, Raphael Bostic , disse que a autoridade monetária ainda precisa aumentar os custos dos empréstimos.

Os rendimentos do Tesouro americano para 10 anos subiram para 2,67%, bem abaixo do pico de junho, próximo a 3,50%. O iene saltou para uma quarta sessão de ganhos em relação ao dólar, enquanto entre as commodities, petróleo, ouro e Bitcoin vão recuando.

Os investidores também estão monitorando a viagem da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, à Ásia, mesmo sem informar qualquer menção a uma possível escala em Taiwan. Ainda assim, a visita pode aumentar a tensão entre as duas superpotências sobre a ilha.
Por aqui, os Estados de São Paulo e do Piauí conseguiram obter uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) neste domingo, 31, permitindo a compensação imediata das perdas do ICMS com a redução das alíquotas de combustíveis, energia elétrica e comunicações por meio do abatimento do pagamento das prestações das dívidas com a União.

Os Estados do Maranhão e Alagoas já tinham obtido decisões semelhantes. O Comitê Nacional de Secretários de Fazenda dos Estados (Comsefaz) espera um efeito cascata com outros governadores conseguindo o mesmo.
“O ministro Alexandre de Moraes decidiu em favor da Constituição e do pacto federativo. A Lei Complementar previa a compensação e, agora, ela será viabilizada. Isso será fundamental para garantir recursos importantes, em São Paulo, no financiamento de políticas públicas”, disse Felipe Salto, secretário de Fazenda de São Paulo.
Segundo ele, o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, tinha ido a Brasília no início das negociações com o Congresso, justamente para garantir a compensação. “Agora, a justiça é feita. Ganha o Brasil. Diversos Estados estão na mesma direção”, previu Salto.

O secretário considera que a decisão resgata o espírito da responsabilidade fiscal imanente na Constituição Cidadã.

A redução do ICMS com a fixação de um teto entre 17% e 18% para as alíquotas foi aprovada pelo Congresso por meio de projeto de lei 18. A lei fala em compensar as perdas que excederem 5%, calculadas mês a mês.

--- Send in a voice message: https://anchor.fm/centralinvestidor/message

870 afleveringen